5 de nov de 2014

(Resenha) Como eu Era Antes de Você - Jojo Moyes

Título: Como eu Era Antes de Você
Autor: Jojo Moyes
ISBN:9788580573299
Editora: Intrínseca
Nº de Páginas: 320




Como eu era antes de você vai contar a história de Louisa Clark, uma jovem que acaba de ser demitida da cafeteria que trabalhou por 6 anos, mantém a família com sua renda e não sabe o que fazer. Desamparada e indecisa, Louisa acaba procurando uma agência de empregos e após várias tentativas de empregos frustrantes, surge uma oportunidade de cuidar de um cadeirante por 6 meses. Mas não é um cadeirante normal, é um paciente tetraplégico.
Sem muita opção, Louisa acaba por aceitar a oferta e a partir dai, aos mais sensíveis, peguem seus lencinhos ou apenas reflitam (como eu) porque esse livro é uma total reflexão do que rumo levar a vida e de como superar seus traumas e problemas.
Louisa conhece Will Traynor o paciente em sí que ela vai tomar conta e á primeira vista, ninguém simpatiza pelo moço: mal humorado, sarcástico, "abusado", grosso, ríspido. Porém acabamos por entender já que Will está confinado a viver o restante de sua vida preso aquela cadeira. Sabemos que Will sofreu um acidente em 2007, foi atropelado e foi azarado porque perdeu todos os sentidos, menos a cabeça que ele ainda conseguia mexer.
Esse é meu primeiro contato com a autora, confesso que nunca tive lá muita curiosidade de ler algo dela porque jurava que fosse aquelas livros "romances com açúcar", mas mordi a língua com direito aquela afta desgracenta na língua, sabe... Por que esse livro me deu um tapa na cara (e sem luva macia).

Jojo Moyes nos leva ao universo dos Tetraplégicos e nos apresentam tudo: desde suas menores necessidades até a as maiores dificuldades. Por que gente, eu confesso que nunca tinha parado pra prestar atenção DIREITO, mas depois desse livro, fiquei até sabendo que um paciente nesse estado fica com escaras na pele devido á inércia, de como fica mais fácil pegar doenças respiratórias por questões de bactérias alojadas em seu pulmão, pelos tantos remédios que se tem que tomar por dia ou ás vezes por hora, pelas dificuldades do dia - a - dia como uma simples reserva num restaurante.

Os personagens nos marcam com sua essência: Louisa é uma jovem de 27 anos que namora um corredor, gosta de ler e tem um gosto peculiar por roupas. Sua irmã Treena que tem suas diferenças mas se entendem como qualquer  irmãs e seus adoráveis pais e seu sobrinho, Thomas.

Quanto ao final, eu achei condizente, embora visse muitas críticas... Na verdade, acharia um tanto surreal se fosse ao contrário, já que a narrativa não condizia com um final fantasioso.
Aprendi tanto com Will quanto com Louisa que apesar das dificuldades de cada um, temos que olhar pra frente, dar uma chance e sorrir :)

Então é isso!
Quem mais teve contato com o livro? Leu mais algum? Indica!
Um beijooo!





"Eu poderia ter ficado ali a noite inteira, acima do resto do mundo. O calor da mão de Will na minha, sentindo que o pior começava a escoar devagar de dentro de mim" 

 





Nenhum comentário:

Postar um comentário